Santa Maria Manuela

Visto que a minha primeira viagem foi neste veleiro, resolvi ir ver a sua história mais a fundo. ????

A Santa Maria Manuela (SMM) foi mandada construir em 1937 por Vasco Albuquerque d’Orey com o nome da sua mulher Maria Manuela de Sampaio d’Orey. Foi concluída num espaço impressionante de 60 dias juntamente com a sua irmã gémea Creoula, nos Estaleiros da companhia união fabril em Lisboa. Até 1963 foi usada pela empresa de pesca de viana na pesca de bacalhau na terra nova, sendo vendida nese ano à empresa de pesca Ribau, de Aveiro, para continuar nas mesmas funções.

Ao longo de vários anos foi sofrendo diversas renovações de forma a acompanhar os avanços tecnológicos da pesca do bacalhau mas, apesar de todo este esforço, em 1993 foi considerada obsoleta e abatida por demolição do registo dos navios de pesca, tendo sido apenas conservado o seu casco. Em 1994, os fundadores da atual Fundação Santa Maria Manuela, decidiram comprar toda a sucata de ferro da embarcação e iniciar a sua recuperação, fazendo o seu restauro segundo o seu projeto original de 1937.

O projeto esteve parado por vários anos tendo sido retomado só em 2007, após a empresa Pascoal e Filhos, S.A. se ter tornado proprietária do casco, este foi transportado para o estaleiro Navalria, na Gafanha da Nazaré para se dar início à sua recuperação. No fim de 2008, o casco foi rebocado para o estaleiro Factoria Naval Marín, na Galiza para instalar equipamentos e sistemas tendo voltado a Aveiro em 2010.
Hoje em dia é utilizada para aprendizagem e turismo, como foi o caso da regata da Tall Ships 2016 em que participei.

A SMM é um veleiro de quatro mastros, com uma construção reforçada nas obra vivas (parte do casco que fica a cima da linha de água) a vante devido ao seu prepósito inicial, a pesca em zonas geladas. Todo o seu interior é revestido a madeira.

  • Comprimento fora-a-fora: 68,64
  • Comprimento do casco: 62,64 metros
  • Comprimento (entre perpendiculares): 52,68 metros
  • Boca: 9,90 metros
  • Pontal: 5,94 metros
  • Calado: 4,51 metros
  • Propulsão mecânica: 746 kW
  • Tripulação (máxima): 22
  • Participantes (máximo): 50
  • Camarotes para participantes:   de 2 pessoas: 12; de 4 pessoas: 5; de 6 pessoas: 1

 

 

You may also like

1 comentário

  • Referencias unicas de uma embarcação marcante da pesca do bacalhau e que continua a apaixonar e proporcionar momentos únicos aos jovens nauticos e não só.. Parabéns pelo artigo e partilha, Barbara Chitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *