O meu voluntariado na Anixa

Todos os anos, geralmente no inverno, os navios devem ir para doca seca para fazerem a sua beneficiação (manutenção) anual, para ver onde existem falhas como indícios de ferrugem, alguma madeira riscada, etc…

No meu artigo sobre a Anixa (https://seagirl.pt/navios/1295/), que pertence a associação David Melgueiro, já tinha referido que ela iria precisar de receber a sua beneficiação anual em Março, e eu tinha me voluntariado para ajudar.

No primeiro dia de Março, o comandante convidou-me para ir com ele por a Anixa na doca seca, que neste caso, foi o centro náutico de Algés. Saímos logo a seguir ao almoço e assim que abandonámos a marina em si, o comandante deixou-me fazer leme até à entrada da marina de Algés. Desta vez já correu bem.????

Quando chegámos à entrada da doca seca entrámos para uma zona especial, para que a seguir uma grua especial, levantasse o veleiro para o retirar de dentro de água. Eu adorei esta parte, é bastante diferente estar num navio que está a ser suspenso por cabos. Quando a Anixa ficou a altura do chão tive de sair para poderem leva-la em segurança até à sua doca respetiva.

Na semana a seguir e em quase todos os fins de semana eu e mais um aluno da escola, voltamos para fazer manutenções como: limpar, tratar do casco com primários e tintas de recobrimento anti vegetativo, lixar e tratar algumas pequenas ferrugens, envernizar madeiras … Houve um dia que felizmente éramos 4 e assim deu para distribuir melhor o trabalho.

O nosso dia nas manutenções começava por volta das 1100 até as 1400 e depois ia-mos almoçar. Depois voltava-mos até por volta das 1800.

Apesar de alguns trabalhos serem bastante trabalhosos, deu-me bastante gozo fazer estas reparações, porque senti que estava a aprender os básicos para manutenção de um navio.

Agora a Anixa já se encontra dentro de água, na marina de Oeiras, pronta para mais saídas de mar com alunos da ENIDH e também com membros da Associação David Melgueiro.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *