Diário de Bordo Creoula: Dia 2 e 3!

O artigo de hoje é a continuação do meu Diário de bordo do Creoula no segundo e último dia!
Começamos o segundo dia Rumo a Setúbal!

Diário de Bordo Dia 2- 31 de Agosto:

Acordei às 06:30 para evitar acordar com o apito infernal da Alvorada que soava as 7! ahah

Tive tempo para organizar o meu quarto (turno) e fui das primeiras a tomar o pequeno almoço. Já agora aproveito para dizer que a comida foi sempre fantástica! 😛

O meu quarto desta vez era das 8 as 12, mas mais uma vez foi interrompido, não pela faina geral, mas pelas limpezas diárias que são feitas às 8:30.

Como fui das primeiras a voluntariar-me pude ficar com a cozinha, o que para mim foi fantástico. Tudo menos a casa de banho!

Às 10:30 fomos divididos por diversos grupos, para que todos os instruendos pudessem ver os procedimentos para a entrada e saída em águas restritas, como é o caso da barra de Setúbal.

Durante esta formação filmei este ferry a passar por nós. 😀

O ponto alto do dia foi quando tivemos uma formação em pirotécnicos e eu tive a oportunidade de disparar uma arma de sinalização.

Adorei a experiência e espero nunca vir precisar dela. XD O único senão mesmo foi ter ficado ligeiramente surda!

De seguida tivemos uma outra formação, em suporte básico de vida, que a bordo é especialmente importante, pois nem todos os navios tem médicos a bordo.

Aprendemos os procedimentos a fazer caso encontremos alguém inconsciente, a fazer a posição lateral de segurança e até a colocar um desfibrilhador.

A seguir ao jantar tentei dormir um pouco pois o meu quarto iria ser da meia noite ate às 4.

No entanto com toda o movimento e barulho que havia, não aconteceu e aproveitei para ir visitar a casa da máquina.

Hoje em dia, nas pontes modernas, os oficiais de navegação conseguem controlar a máquina, isto é, por exemplo a velocidade a que ela está, a partir da ponte.

Neste veleiro ainda tem de se fazer à dita moda antiga, comunicado com os engenheiros de máquinas para estes colocarem o motor da forma que eles pretendem. Infelizmente não tive oportunidade de tirar fotografias.

Mais algumas fotos:

[easingslider id=”2253″]

 

Diário de Bordo Dia 3- 1 de Setembro:

Este foi o pior dia, pois alem de ser o último, foi curto! ☹

Tive o meu ultimo turno da meia noite às quatro. Durante este quarto pedi ao oficial de navegação para praticar a observação as estrelas. Como havia luar foi possível observar o horizonte.

Quando acabou o meu quarto fui dormir mas não por muito tempo. Às 06:30 já estava novamente acordada para ver o nascer do sol 😀

Às 10 atracamos no Alfeite e foi o fim da nossa viagem!
Ao todo navegamos 202 milhas. Espero que tenham gostado! ????

Podem ver mais artigos da categoria experiências aqui!

You may also like

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *