ECDIS (carta eletrónica) VS Carta Náutica em Papel

Não há muitos anos a navegação era feita através de cartas náuticas em papel.

Hoje em dia, apesar de ainda serem utilizadas, as cartas de papel têm tendência a ser substituídas pelo ECDIS (Electronic Chart Display and Information System)- a carta náutica eletrónica.

Eu já aprendi a trabalhar com as cartas de papel e vou ter este ano uma cadeira dedicada ao ECDIS.

Quais foram as razões desta substituição? Vamos descobrir a seguir com a comparação das suas vantagens e desvantagens.

Vantagens do ECDIS:

• Facilidade em arranjar: É possível arranjar cartas eletrónicas muito mais facilmente que as de papel.
• Rapidez: É muito mais fácil ter os pontos marcados no ECDIS e ver por exemplo a distancia ao próximo ponto. Basta colocar o cursor em cima de um determinado objeto para este nos indicar o seu azimute e distância.
• Correções: Com as cartas de papel, os navegadores tem de estar atentos aos avisos aos navegantes e corrigir a carta de papel à mão ou imprimindo uma folha para colar em cima da alteração a fazer.

•Vê-se a posição do navio em tempo real: Como esta ligado ao GPS e também ao radar e arpa, o ECDIS consegue mostrar onde o navio se encontra num dado momento, com um erro quase inexistente.
• Alarmes: o navegador pode colocar alarmes no ECDIS para determinados momentos, como marcar uma linha de segurança, em que se a profundidade diminuir abaixo dos 20m, o alarme começa a apitar.
• É mais barato e amigo do ambiente: pois não e preciso de comprar as cartas todas em papel.

 

Desvantagens do ECDIS:

• Complacência: Por ser um aparelho bastante completo, alguns navegadores têm tendência a não dar a devida importância à vigia e a outros meios de navegação tradicionais. E, como tudo o que é eletrónico, este está sujeito a ter erros.


• Erros noutras máquinas: O ECDIS funciona com base noutros aparelhos. Se algum destes estiver avariado, poderá passar alguma informação incorreta para o ECDIS. Dai a enorme importância de se comparar os diferentes meios de ajuda à navegação com uma certa frequência.
• Má utilização: Quando é feita uma barreira de resguardo de uma determinada distância da costa, o ECDIS fará suar um alarme caso o navio a passe.

No entanto, se esta barreira estiver mal posta, dará uma falsa sensação de segurança, fazendo com que o oficial de navegação pense que irá suar um alarme, quando na verdade isto não acontece.
Demasiada Informação: Quando somos bombardeados com muita informação, temos a tendência de ignorar algumas delas, que por vezes são as mais importantes.

Diferentes modelos: Quando se troca de navio, apesar dos ECDIS serem semelhantes, existe sempre um período de adaptação ao novo modelo. Já as cartas de papel são todas feitas da mesma forma.

 

Espero que tenham gostado desta comparação! 😉 Podem ver o artigo das cartas náuticas aqui!

 

You may also like

2 comentários

  • Parabéns Sra. Bárbara Chitas! Sim, o ECDIS é um equipamento eletrônico, portanto necessita de fonte externa de energia elétrica para funcionar e a Carta Náutica em papel não. Imagine, ficar sem energia elétrica em condições atmosféricas não favoráveis e querer confirmar minha posição e rumo. Podem ficar ultrapassados: carta em papel, sextante, relógio e a bússola; mas ainda assim os teria a bordo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *