Sovereign: A minha visita ao navio da Pullmantur

Foi na passada terça feira, dia 28 de novembro que, fiz uma visita de estudo ao navio Sovereign. Nesta visita de estudo participaram os alunos do 3º ano de pilotagem e também alguns do mestrado.

O navio estava atracado no novo terminal de cruzeiros de Santa Apolónia em Lisboa.

A visita:

A nossa visita começou com uma apresentação do comandante Amadeu Albuquerque. Ele contou-nos um pouco da história do navio e alguns factos interessantes.

Quando foi lançado à agua, o Sovereign era o maior navio de passageiros da altura.

O seu nome já foi Sovereign of the seas, quando ainda fazia parte do grupo principal da Royal Caribbean.

Após a apresentação do comandante, seguimos para o cogumelo.

O seu cogumelo, que podem ver nesta imagem, é dos mais altos que existem. Hoje em dia já não são feitos tão altos, devido a não contribuírem muito para a estabilidade do navio e conforto dos passageiros quando o navio abana mais.

De seguida, visitámos alguns espaços exteriores e acabamos a visita na ponte.

A ponte foi obviamente a minha parte favorita, pois nunca tinha estado numa ponte de um navio tão grande.

Pelo o que o comandante falou, os equipamentos da ponte deste navio, são todos semelhantes a outros navios da Royal Caribbean, uma vez que eles fazem a alteração de equipamentos de 5 em 5 anos a todos os navios, por questões de logística.

Aqui de seguida podem ver diversas fotos que tirei durante a visita! 😉

[easingslider id=”2652″]

Dados técnicos do navio Sovereign: read more

Descubra as 8 formas de Rodas de Proa!

O artigo de hoje é sobre formas de rodas de proa.

A roda de proa é a peça que fecha a ossada à proa, sendo o prolongamento da quilha.

Cada navio tem a sua roda de proa de acordo com as funções que o navio irá desempenhar.

8 Formas de Rodas de Proa:

1-Proa invertida:

 

Esta proa caracteriza-se por ter a base mais larga e a parte superior mais curta, ou seja é invertida.

 

2-Proa de Esporão: read more

Bordo Livre e Calado de um Navio!

No artigo de hoje vou explicar o que são aquelas marcas que vemos nas laterais dos navios.

Estas marcas têm o nome de Bordo Livre e Calado.

Na imagem seguinte podemos aprender mais alguns conceitos importantes, que são utilizados em cálculos de estabilidade do navio:

Boca:

É a largura máxima medida por fora do casco.

Pontal:

É a altura entre o fundo do navio e o convés.

Altura do navio fora de água:

É a distancia entre a linha de água até ao ponto fixo mais alto do navio.

Calado:

É a altura entre a linha de água e a parte inferior da quilha.

Mais à frente neste artigo explicarei como ver o calado de um navio.

Bordo livre:

É a distância vertical entre a superfície da água e o convés do navio.

Existe um bordo livre específico que tem de ser respeitado, que indica até onde a água pode estar, estando o navio carregado, em cada época do ano e zona a navegar.

Estas linhas são feitas tendo em conta a estabilidade do navio.

As marcas de bordo livre são marcadas em ambas as laterais do navio.

O que significam as letras?

TF (Tropical Fresh Water)- água doce tropical

F (Fresh Water)- água doce

=&0=&Verão; água salgada

W (winter; Sea water)- Inverno; água salgada

WNA (Winter. North Atlantic.)- Inverno no atlântico Norte

NP- Letras que indicam a autoridade de registo.

 

Como medir o Calado? read more

Dimensões do Navio

Neste primeiro artigo sobre dimensões do navio, vou começar por referir os planos e linhas de referência do navio. Também vou distinguir o comprimento total (LOA) do comprimento entre perpendiculares (LPP).

Planos do Navio

Plano Base:

É o plano que tem a vista como se fosse por cima.

Plano Longitudinal:

É o plano em que se vê a lateral do navio.

 

 

Plano Transversal:

É o plano do navio em que vemos uma fatia do navio, como se fosse cortado pela frente.

 

 

Linhas de Referência

 

Linha de Construção ou de quilha:

É a reta formada pela interseção do plano longitudinal com a quilha.

Linha Base:

É a reta formada pela interseção do plano base com o plano longitudinal do navio. É esta a linha de referência do plano geométrico do navio.

Linha de flutuação ou linha de água:

É a linha definida pela interseção do plano de flutuação e o casco do navio.

Linha de água carregado (DWL):

É a linha de água quando o navio se encontra no seu nível máximo de carga.

Perpendicular a vante:

É a reta perpendicular à linha base, que passa no extremo da interseção da linha de água quando o navio se encontra carregado no máximo da sua carga.

Perpendicular a Ré:

É a reta perpendicular à linha base, que passa pela face mais a ré do cadaste do leme ou, quando este não existe, pelo eixo do leme.

Perpendicular a Meio:

A reta perpendicular à linha de base, que é equidistante de ambas as perpendiculares de vante e de ré.

Comprimentos do Navio read more